Portal Oficial do Governo da República de Angola
Saúde

COVID-19: Angola regista nove novos casos positivos

O país registou nove novos casos positivos da COVID-19, nas últimas 24 horas, sendo cinco de transmissão local e quatro sem vínculo epidemiológico.


Os cinco casos de contaminação local são assintomáticos e aconteceram no seio de amigos e familiares, os mesmos estão relacionados com o caso 186.



Os quatro casos sem vínculo epidemiológico foram detectados nos trabalhos de rastreio de doenças respiratórias agudas nos centros sentinelas que estão nas clinicas Girassol e Sagrada Esperança.



Os novos infectados, seis são do sexo feminino e três do sexo masculino, com as idades compreendidas entre os 15 e os 65 anos.



Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, no ponto informativo desta segunda-feira, 29, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, em Luanda, estão em curso as investigações das cadeias de transmissão através de ensaios comunitários serológico dos conglomerados e rastreio de casos de doenças aguadas nos centros sentinelas.



O país regista 37 casos sem vínculo epidemiológico e um grupo técnico está a elaborar as árvores epidemiológicas de transmissão para poder estabelecer a relação entre os casos. Enquanto que a transmissão local regista 204 casos.



Franco Mufinda frisou que situação da COVID-19, em Angola, inspira prudência de todos, de forma individual e colectiva e por esta razão não podemos recuar no comprimento obrigatório das medidas de prevenção que são: o uso da máscara, a lavagem das mãos com frequências, o distanciamento físico e o acatamento das medidas contidas no decreto sobre a situação da calamidade pública.



Com estes números o país conta com 276 casos, dos quais 172 activos, 93 recuperados e 11 óbitos.



O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 70 chamadas, sendo sete denúncias de violação de estado de Calamidade e 63 pedidos de informação sobre a COVID-19.



Os laboratórios processaram 25.104 amostras, das quais 276 positivas, 18.919 negativas.



Nos centros de quarentena institucional estão 1.902 cidadãos e 49 tiveram alta, sendo 34 em Luanda, 12 na Huíla, duas no Cuando Cubango e uma na Lunda Norte.



Os casos suspeitos sob investigação são 515 e os contatos directos e ocasionais dos casos positivos 2.215.



O país recebeu nesta segunda-feira um voo humanitários com materiais de biossegurança e equipamento hospitalar, uma aquisição do Executivo angolano.



As províncias do Bengo, Bié, Lunda Norte, Lunda Sul e Uíge realizaram palestras sobre a prevenção da COVID-19, formações para profissionais de saúde, desinfeção nas igrejas e fazem acompanhamento o controlo de contactos de casos suspeitos.