Portal Oficial do Governo da República de Angola
Governo

Angola e Bielorrússia discutem parceria militar

O desenvolvimento de uma parceria estratégica no domínio militar, entre Angola e a Bielorrússia, foi discutida esta quarta-feira 8, em Luanda, por delegações dos dois países.
A Bielorrússia pretende apoiar Angola na criação de linhas de montagem e centros de reparação de equipamentos militares, através de um trabalho conjunto com o Governo angolano.

A pretensão foi manifestada pelo presidente do Comité Estatal Militar-Industrial da Bielorrússia, Oleg Dvigalev, no final de uma reunião com uma delegação angolana chefiada pelo secretário de Estado para os Recursos Materiais e Infra-estruturas do Ministério da Defesa, Afonso Carlos Neto.

O projecto, disse, inclui também a instalação de uma linha de manutenção de várias amostras de equipamentos militares.

O chefe da delegação da Bielorrússia lembrou que muitos dos projectos já estão em execução, como o da melhoria do sistema de direcção de defesa anti-aérea nacional, reparação e manutenção técnica dos meios blindados disponíveis e formação de quadros, entre outros.

Segundo o responsável do Comité Estatal Militar-Industrial da Bielorrússia, os dois países exploram grande quantidade de equipamentos de fabrico soviético (da antiga URSS).

O responsável militar da Bielorrússia acrescentou que o seu país tem um bom potencial para cumprir as tarefas de acordo com as necessidades actuais do Exército angolano, através de um serviço de tecnologia de ponta, o que vai permitir a exploração de outras áreas no futuro.

Nenhum membro da delegação angolana aceitou falar à imprensa no final. Mas o comunicado distribuído no final das conversações refere que as delegações trocaram informações sobre a situação política, económica, social, defesa e segurança prevalecente nos dois países.

Abordaram ainda questões regionais e internacionais de interesse comum.

O Governo bielorrusso felicitou o Executivo e o povo angolano pelos êxitos alcançados com a consolidação da paz e da democracia, bem como os esforços para a diversificação da economia, na perspectiva do desenvolvimento sustentado do país.

A delegação militar da Bielorrússia visitou algumas instituições militares e outras de interesse económico e social em Luanda, com particular destaque para o Museu Nacional de História Militar.

Em Fevereiro do ano passado, em Luanda, a cooperação no domínio da agricultura entre Angola e a Bielorrússia os dois países manifestaram o interesse em dar um novo impulso às acções ligadas à mecanização agrícola, de acordo com o embaixador daquele país em Angola, Andrei Molchan, à imprensa, no final de uma audiência com o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

Jornal de Angola/Angop