Portal Oficial do Governo da República de Angola
Política

Presidente da República convidado a visitar Botswana

O Presidente, João Lourenço, aceitou nesta quinta-feira 12, em Luanda, o convite do seu homólogo tswanes, Mokgweetsi Masisi, para visitar o seu país.

O Presidente do Botswana, Mokgweetsi Masisi, cumpriu nesta quinta-feira 12, uma visita de trabalho de algumas horas a Angola, no prosseguimento de um périplo pela região e aproveitou a ocasião para reiterar o convite ao seu homólogo angolano, João Lourenço, para visitar o seu país.

“O Presidente João Lourenço aceitou efectuar esta visita e os ministros dos Negócios Estrangeiros dos dois países vão trabalhar para a efectivação da visita”, garantiu o Presidente Mokgweetsi Masisi, em declarações à imprensa, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, no final da visita.

Por outro lado, o Estadista tswanes garantiu ao seu homólogo angolano concertação permanente e trabalho conjunto nas questões bilaterais e em fóruns internacionais, principalmente na SADC, União Africana e nas Nações Unidas.

Mokgweetsi Masisi cumpriu uma visita de trabalho a Angola, no prosseguimento de um périplo pela região que serve também para apresentar-se aos seus homólogos, após assumir a presidência do Botswana, no dia 1 de Abril, em substituição de Seretse Khama Ian Khama.

Mokgweetsi Masisi afirmou que os dois países convergem na questão relacionada com a pacificação da Região dos Grandes Lagos, com realce para a República Democrática do Congo (RDC).

“Partilhamos valores comuns nos domínios da governação e reforço da cooperação e vamos, por isso, trabalhar até atingirmos o nível técnico para começarmos a explorar as belezas e os recursos naturais dos nossos países, para o benefício dos dois povos", disse o Presidente Mokgweetsi Masisi, salientando que com o Presidente João Lourenço cria-se um novo ímpeto na cooperação bilateral.

De acordo com o Presidente tswanês, existem sectores específicos de interesse que influenciam a cooperação entre os dois países, apontando como exemplo a questão hídrica e lembrou que Angola, como fonte da água que alimenta a bacia hidrográfica de Okavango, na qual fluem cerca de 11,3 bilhões de litros cúbicos do precioso líquido, formando uma paisagem rara a nível do mundo.

O Chefe de Estado tswanês disse ter acordado com o Presidente João Lourenço o aprofundamento das trocas comerciais e de experiência no sector das minas, com destaque para os diamantes, incluindo o compromisso com os princípios e valores democráticos.

Mokgweetsi Masisi prestou solidariedade ao Chefe de Estado angolano na qualidade de presidente do órgão de Defesa e Segurança da SADC, e reafirmar disponibilidade para o reforço da cooperação bilateral.

"O compromisso é continuarmos a trabalhar juntos, com determinação, para preservarmos as relações diplomáticas estabelecidas entre os dois Estados desde 1975", referiu Mokgweetsi Masisi, acrescentando que o facto de ter sido eleito como Chefe de Estado há algumas semanas e o Presidente João Lourenço há seis meses, o intercâmbio político, diplomático e comercial entre os dois Estados deve ser ainda mais fortalecido.

O Botswana continua a desempenhar um papel influente na promoção de questões globais, como o respeito pelos direitos humanos, a boa governação, democracia e Estado de direito.

O estadista tswanês fez-se acompanhar pelo novo ministro das Relações Internacionais e Cooperação, Vincent Seretse, e do titular da pasta dos Transportes e Comunicações, Onkokame Kitso Mokaila.