Portal Oficial do Governo da República de Angola
Política

Conselho de ministros ratifica projectos para cimeira conjunta dos Chefes de Estados

A VII Sessão Ordinária do Conselho de Ministros, da Comissão do Golfo da Guiné (CGG), prevê ratificar os projectos de textos elaborados pela Cimeira Interministerial realizada em Cotonou, para preparar a cimeira conjunta CEEAC, CEDEAO, CGG ... Ver mais

A referida sessão, que decorre de 2 a 3 do corrente mês, na capital do país, aspira administrar estratégias para o reforço da manutenção da paz e segurança na região, particularmente a seguridade marítima, que até ao momento tem sido alvo de ameaças provocadas pela pirataria, roubo à mão armada e outros actos ilícitos praticados no mar.

O secretário executivo da Comissão do Golfo da Guiné (CGG), Miguel Trovoada, que discursava na abertura da mesma, disse que a cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da África Central e do Oeste, a realizar-se em Yaoundé (Camarões), inscreve-se na perspectiva de traçar estratégias para a supressão das ameaças na segurança marítima, na região.

Salientou, a respeito, que a CGG que consta na resolução 2039, adoptada pelo conselho de segurança das Nações Unidas, juntamente com a CEDEAO e a CEEAC, como uma das organizações incumbidas da preparação da cimeira, tem nesse momento uma responsabilidade acrescida.

“O papel que vem desempenhando neste contexto, põe claramente em evidência a necessidade de ela estar devidamente à altura de responder às expectativas que desperta a sua especificidade de organização regional que comporta no seu seio, países tanto de África Central como da África do Oeste”, disse.

A Comissão do Golfo da Guiné é integrada por Angola, República Democrática do Congo, a República do Congo, Nigéria, São Tomé e Príncipe, Gabão, Camarões e Guiné Equatorial constitui um espaço geo-político de concertação baseado na cooperação para o desenvolvimento, a prevenção, gestão e resolução de conflitos, derivados da delimitação das fronteiras, exploração económica e comercial das riquezas naturais localizadas nos limites territoriais.

Fonte: Angop/GID